terça-feira, janeiro 03, 2006

Um milhão de homossexuais: tá tudo maluco ou quê?

Seja pelos excessos das festas (alimentares e a euforia dos reencontros familiares, idas ao cinema com os filhos e sobrinhada, etc.) seja pelo "choque" (que por vezes faz com que o nosso cérebro apague a informação recebida mesmo antes dela ser processada), seja porque já nada espanta, neste país enebriado com a homossexualidade e toda uma panóplia de assuntos dantes relegados para revistas da especialidade, acabei por deixar de lado a última edição do jornal Expresso e a revista Única (que curiosamente revela que num inquérito telefónico existia uma maioria clara dos inquiridos a exigir a realização de um referendo sobre o aborto e também dispostos a dar uma resposta Não à descriminalização do mesmo). No entanto a primeira página do jornal afirmava prazenteira que "Há um milhão de homossexuais em Portugal"!!!!!!
Graças a Deus ainda há quem esteja desperto e atento e em http://ciberjornalismo.com/pontomedia/?p=390 desmascare uma sondagem sem qualquer credibilidade e lendo a ficha técnica nos revele queo título referido não tem qualquer fundamento.
Eis como os Blogs podem ser o melhor serviço público...

4 comentários:

António disse...

Se publicassem isto no Jornal do Incrivel ainda vá, mas no Expresso...

O Expresso e a Eurosondagem desceram 100 pontos na minha consideração.

Vítor Costa Lima disse...

É evidente que António José Saraiva, Hermínio Monteiro, José António Lima e colegas viram o que publicavam, porque é evidente. Portanto, só resta uma pergunta: quem pagou e como pagou para que esta alarvidade saísse?

Anónimo disse...

Mas qual é o seu problema? Tem medo que um homossexual lhe vá ao cú? Sabe onde você estaria bem? A pregar no Zimbabué!

Antonio Pinheiro Torres disse...

Caro anónimo: não tenho o medo que refere e quanto ao Zimbabwe acho que estaria melhor sem o Mugabe. Mas, confesso, já achei o mundo um lugar mais seguro...! Principalmente e não desfazendo, em termos mentais ;-)Cumprimentos e volte sempre!