terça-feira, abril 03, 2012

Sem fazer nada no estrangeiro e reencontra-se um primeiro amor...

Sim, é verdade. 25 anos de casado, em férias com a família no estrangeiro, dias seguidos a curar uma gripe mortal e sem fazer integralmente nada, uma sensação de descanso como há muito tempo não tinha apesar de uma "culpa" muito difusa (sempre tanto para fazer...), e, de repente, uma bela noite, em casa dos amigos diplomatas que viemos visitar, encontrei-a de novo...! Linda como sempre, loira, olhos claros. Sim, de novo a mesma paixão...! Ou senão veja esta fotografia e digam-me como pode um homem resistir...;-)


Bom, chama-se Beatrice Marcillac, hoje em dia aproxima-se dos seus 55 anos e Deus apiedado de tanta beleza poupou-a a uma carreira de actriz (por este post no 31 da Armada descobri trabalha em imobiliário), pelo que ficará para sempre na memória de pelo menos uma geração (a minha, nascida no início dos anos sessenta) como a imemorial Marion-des-Neiges da série os Pequenos Vagabundos (que tenho estado a rever todas as noites, completamente deleitado e não apenas pela razão acima já que a série é uma combinação irresistivel de aventuras, amizade, espírito de grupo, natureza e temas de sempre como o dos Templários). Ont est de son adolescence comme ont est de son pays...;-)

Mais memorabilia do tema no YouTube e aqui.

5 comentários:

mestradoecmcomunicacaointerpessoal disse...

Essa cachopa já na altura da série me deixava com os olhos em bico. É fantástica e pronto.. melhor ficar por aqui...

Antonio Pinheiro Torres disse...

Obrigado pelo comentário. Ela de facto não apenas era linda como marcou uma geração, pelo menos. Não é por acaso que não há semana em que não tenha visitas a este post...! ;-)

Anónimo disse...

A Marion foi o meu primeiro amor (teria eu uns 6 ou 7 anos...) e quando soube que "Les Galapiats" tinha sido publicado em DVD voei para a FNAC para o comprar. Les Galapiats e "Os cinco" influenciaram profundamente (no bom sentido) aquilo que sou. Aguardo para ver se o meu filho, hoje com 3 anos, também vai apaixonar-se pela Béatrice ou se vai perguntar-me, enfadado, "por que é que estes palermas não usavam o GPS e os telemóveis"? Nuno Fradique Vieira

Nuno Fradique Vieira disse...

(tentando assinar a mensagem supra) Nuno Fradique Vieira

antonio disse...

Beátrice e hoje uma mulher muito bonita já na serie os pequenos vagabundos era linda durante muito tempo sonhei com ela esta serie influenciou no bom sentido a minha eu e ela temos mais ou menos a mesma idade ela tem 55 eu 53 eu amei-a e ainda hoje a amo oe pequenos vagabundos foi a melhor serie que alguma vez vi com bons actores e actrizes e todas Beatrice era bonita depois serie e fascinado por ela com alguns amigos e fizemos algumas investigações a mais importante foi encontrarmos aqui em Portugal uma parte do tesouro dos templários ou da ordem de Cristo se preferirem obrigado a todos e a tu Beatrice pela tua foste e continuas a ser uma linda um beijo meu amor