domingo, julho 23, 2006

Igreja Católica: 2000 anos de bem e caridade!

Uma coisa que me impressiona na malta que fala mal da Igreja é que me parece aqueles que olhando para uma gigantesca tela branca só se detêm na pequenissima mancha que o pano tem...falam (e mal e a despropósito e de uma forma ignorante) de inquisição, cruzadas e outras, na sua perspectiva, "maldades" e não têm uma palavra para 2000 anos de bem, caridade, amor ao próximo que são a totalidade da tela...!
Vem isto a propósito de um comentário recebido de uma amiga a uma notícia da Zenit ou da Ecclesia sobreo facto de o Santuário de Fátima se oferecer para dar férias aos pais de crianças deficientes, ficando a tomar conta destas. Onde, senão na Igreja, no encontro com Cristo, aqueles que se voluntariam, encontraram o ânimo para esta caridade? hein?
A notícia e o comentário são estes:

"Que notícia tão boa esta.
Preparo-me para ir de férias e já tinha pensado como tudo era tão diferente no tempo da Constança caso ela não viesse connosco - deixar tudo preparado em casa, remédios, alimentação, roupas, e as combinações todas com a empresa de enfermagem que ficava a tomar conta dela - era um mundo de coisas. Lembro-me também de pensar nessa altura que muitos pais não teriam possibilidade de ter uns dias de férias como nós tínhamos.
Por isso me alegrou tanto, comoveu mesmo, esta notícia, que certamente vai ser uma coisa muito boa para quem Deus deu esta missão grande mas cansativa de cuidar dos seus filhos doentes,sem um dia de descanso.
Rezo por todas as pessoas que tornam possível este gesto, pelas mães e pelos pais das crianças doentes.
Maria Leonor Aguiar Pinto

----- Original Message -----
From:
To:
Sent: Friday, July 21, 2006 4:30 PM
Subject: Santuário de Fátima oferece período de férias a mães com filhos deficientes

Santuário de Fátima oferece período de férias a mães com filhos deficientes
FÁTIMA, sexta-feira, 14 de julho de 2006 (ZENIT.org).-
O Santuário de Fátima oferece neste mês de agosto alguns dias de descanso a mães com filhos deficientes e também um período de férias diferentes aos próprios filhos. As mães que têm filhos deficientes dos 14 anos em diante podem vir de 20 a 25 de agosto ao Santuário. Já as mães que têm filhos deficientes entre os 7 e os 14 anos podem vir de 25 a 31 de agosto. Para desfrutar do período de descanso, é necessário inscrever-se no Movimento da Mensagem de Fátima 2496-908 FÁTIMA, até ao dia 10 de agosto. Todas as despesas serão pagas pelo Santuário. As mães podem trazer os filhos e irem-se embora, ou podem ficar com eles. Ao chegarem ao Santuário de Fátima, dirijam-se às 11 horas para o Posto de Socorros, e daí seguirão para a Casa dos Silenciosos Operários da Cruz, perto do lugar de Aljustrel, terra natal dos Pastorinhos. "

3 comentários:

Anónimo disse...

Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

Really amazing! Useful information. All the best.
»

highleft disse...

Meu amigo, talvez por força do seu carácter, claramente conservador e altamente parcial, reparo que o seu blog é um bloco de belas parciais preciosidades. Parece me que novamente, neste Post, voltou a cometer erros gravissimos, a nível da estruturação e sanidade dos argumentos. Como deputado que foi, deveria possuir outro tipo de caracteristicas a saber aplicá-las quando escreve para um público heterogéneo. Por exemplo, você afirma que "inquisição, cruzadas, enfim maldades" são apenas uma pequena mancha sobre a tela ou sobre o pano. Pois bem, acho que é precisamente o contrário, este tipo de bondades que você espalhafatosamente anuncia, são apenas pequenos traços de pincel na tela, que não apagam as imensas manchas que esta tem.
O Sr. como culto que é (ou deveria ser; reparo também que me caracteriza como ignorante, aproveito para trocar também o galhardete)diz que pequenos actos como as cruzadas e "inquisições" trataram-se de algo insignificante e sem qualquer poder de manchar a bela tela católica (recheada aliás, de belas obras pagas com o suor do trabalho do povo e dos oprimidos), esquecendo-se que estes actos causaram centenas de mortes... Pergunto, qual é a sua credibilidade para depois de afirmar algo como isto (pequenissima mancha) vir em outros posts defender a vida humana, como no caso do aborto,? O senhor, em vez de atacar pessoas de esquerda, de conservar o seu conservadorismo e consequente atraso mental, deveria estar a cultivar-se e a pensar qual o seu papel na sociedade. Se o de deputado falhado, conservador inabalável ou simplesmente, mais um militante PSD oco, sem ideias?
Sinto-me completamente à vontade para afirmar isto, porque este comentário afinal, surge também no ambiente tendencioso deste blog, e em particular deste post...
Obrigado